15 versículos bíblicos com dicas para casamento

15-versículos-bíblicos para o casamento

O casamento é um relacionamento único e maravilhoso que requer dedicação e perseverança. Os filhos de Deus devem refletir seu amor em todos os nossos relacionamentos e o casamento nos dá oportunidades diárias de demonstrá-lo.



A Bíblia fala muito sobre casamento e nos dá conselhos muito bons. É uma questão tão importante para Deus que ele até compara seu relacionamento com a Igreja ao relacionamento conjugal. Vamos ver alguns versículos da Bíblia que falam sobre casamento.

1. Primeiro o cônjuge, depois os pais

Este versículo diz que o casamento que Deus instituiu requer duas ações. Primeiro, deixe os pais fisicamente. Quando nos casamos formamos uma nova família, um novo lar e essa deve ser a nossa prioridade. Claro que temos que amar e honrar nossos pais até a morte, mas devemos entender que como uma nova família, faremos planos e tomaremos decisões contando uns com os outros.



anjo número 202

Em segundo lugar, para nos unirmos em uma só carne com nosso cônjuge: unidade sexual e unidade emocional. A partir do momento em que nos casarmos, teremos prazer sexual e buscaremos caminhar juntos em todas as áreas, como, por exemplo, a economia familiar, o serviço a Deus e a educação dos filhos quando eles chegarem.

2. é para sempre



Você não leu, Jesus respondeu, que no início o Criador os fez homem e mulher, e disse: É por isso que o homem deixará seu pai e sua mãe, e se unirá a sua esposa, e os dois virão a ser um só corpo ? Portanto, não são mais dois, é apenas um. Portanto, o que Deus uniu, que o homem não o separe.
(Mateus 19: 4-6)



O desígnio original de Deus é que o casamento seja para sempre. O divórcio não faz parte de seus planos, ele quer que fiquemos juntos até a morte. Neste versículo de Mateus, Jesus admite que Moisés permitiu o divórcio por causa da dureza do coração do homem. Existem situações extremas de abuso ou infidelidade que exigem uma medida drástica, mas o plano original de Deus para o casamento é que o homem e a mulher permaneçam juntos até que a morte os separe.

3. Traga felicidade

Deus deve nos orientar na escolha do nosso parceiro, recebemos bênção quando escolhemos dentro de sua vontade para nós. Devemos casar com alguém que traz alegria ao nosso coração, alguém que nos aproxima de Deus e de seu propósito para nossa vida. Assim caminharemos juntos e com alegria o caminho que Deus nos conduzirá.

4. Unidade em Cristo



Não forme uma equipe com os incrédulos. O que a justiça e o mal têm em comum? Ou que comunhão a luz pode ter com as trevas? Que harmonia Cristo tem com o diabo? O que um crente tem em comum com um incrédulo?
(2 Coríntios 6: 14-15)

A palavra esposo significa unido pelo jugo, em referência ao jugo que mantém os bois juntos para que possam arar na mesma direção. O casamento deve ser unido em todos os sentidos e a união espiritual é vital. Devemos estar unidos em Cristo, amar e obedecer a Jesus para viver em harmonia e para que Cristo seja glorificado em tudo o que fazemos.

5. Submissão como Senhor

Não há medo de nos submetermos um ao outro quando ambos estamos cheios do amor de Deus. Confiamos que Deus guia a outra pessoa dentro de sua vontade e não tememos que ele se aproveite de nós ou nos machuque de propósito. É por isso que é importante casar com um homem que teme a Deus e é cheio do Espírito Santo. Se soubermos que suas ações e palavras são guiadas pelo Senhor, não teremos medo de nos submeter. O amor perfeito que Deus nos dá lança fora qualquer medo (1 João 4:18).

6. Ame como Cristo





Maridos, amem suas esposas, assim como Cristo amou a igreja e se entregou por ela para torná-la santa.
(Efésios 5: 25-26a)

O amor de Cristo pela igreja deve ser nosso exemplo. Jesus estava disposto a ir à cruz por cada um de nós e o fez por amor. Os seres humanos tendem a ser egoístas, a buscar o nosso próprio bem antes do dos outros. Mas o marido cristão precisa ser preenchido com o amor de Cristo, buscando sempre o bem-estar espiritual de sua esposa, que a aproxima de Deus e a santifica.

7. A ordem correta

Tudo na vida funciona melhor quando seguimos os conselhos e instruções e o casamento não é exceção. Para que haja paz e harmonia, a ordem de liderança deve ser clara. O marido deve buscar a direção de Deus sobre o que é melhor para ele e sua família, deve ter uma vida saudável de oração e estudar a palavra. A mulher também precisa ir a Deus pedindo sabedoria para ela e seu marido e para apoiar seu marido na tomada de decisões que agradarão o coração do Pai.

8. Incentive a intimidade sexual

Abençoada seja sua fonte! Divirta-se com a esposa da sua juventude! É uma gazela adorável, é um fulvo adorável. Que os seus seios sempre a satisfaçam! Que o seu amor te cative o tempo todo!
(Provérbios 5: 18-19)

Deus deseja que marido e mulher tenham uma vida sexual satisfatória ao longo de suas vidas e sejam exclusivamente um para o outro. A intimidade sexual conjugal deve trazer alegria e satisfação, não vergonha ou medo, e também deve fortalecer nossa auto-estima. No ato sexual, expressamos nosso amor, nossa total confiança em nosso cônjuge e também nossa apreciação pela maneira como Deus nos criou e a outra pessoa.

9. Mais forte com Deus



Diz-se que na união há força e isso é ainda mais verdadeiro no casamento. Um casamento unido é um grande exemplo neste mundo que aplaude tanto o individualismo. Se ambos servirem a Deus, contarão com a sua ajuda nos momentos difíceis, receberão sabedoria para tomar as decisões corretas e força para superar as provações. Eles não apenas apoiarão e encorajarão uns aos outros em tempos de tentação ou dificuldade, mas também buscarão a direção de Deus e perseverarão até obter o resultado desejado.

10. Seja uma equipe

Mais valem dois do que um, porque eles obtêm mais frutos de seu esforço. Se um cair, ajude-o a se levantar. Ai daquele que cair e não tiver quem o erga! Se dois dormirem juntos, eles se aquecerão; apenas um, como vai esquentar?
(Eclesiastes 4: 9-11)

O casamento deve trabalhar juntos por objetivos comuns unindo forças para ver cumpridos os sonhos e desejos que Deus coloca em seus corações. Cada um deve garantir o bem-estar do outro, cuidar e ajudar. Se um cai, o outro levanta, faz curativos no ferimento, incentiva que continue.

11. Comece bem

É interessante ver que no Antigo Testamento é mencionada a importância de criar uma base sólida e feliz no casamento desde o início. Em sua grande sabedoria, Deus nos incentiva a nos concentrar no primeiro ano de casamento, a construirmos juntos um alicerce forte e a sermos felizes. Tudo o mais pode esperar, haverá tempo para outras tarefas ou preocupações.

12. Compreensão e respeito

Da mesma forma, vocês maridos, sejam compreensivos em sua vida conjugal, tratando cada um de sua esposa com respeito, pois como mulher ela é mais delicada, e ambos são herdeiros do prazeroso dom da vida. Portanto, nada impedirá suas orações.
(1 Pedro 3: 7)



O casamento é construído e fortalecido com respeito e compreensão entre ambos. Se compreendermos e valorizarmos o outro como ele é, com seus pontos fortes e fracos, seremos mais felizes e todas as outras áreas de nossa vida serão afirmadas, inclusive a espiritual.

13. Fidelidade e pureza

Para Deus, o casamento tem muito valor e nos manda ver assim. O casamento é sagrado, a fidelidade entre marido e mulher não é negociável: devemos ser fiéis um ao outro. Todos os tipos de imoralidade sexual, adultério, fornicação, pornografia, todo uso indevido do ato sexual para constranger ou manipular o outro são inaceitáveis ​​e serão julgados. Devemos sempre tratar o outro com amor, pureza e respeito.

14. O poder do amor

Escreva-me como um selo em seu coração; Leve-me como uma marca em seu braço. Forte é o amor, como a morte, e apaixonado e tenaz, como a sepultura. Como uma chama divina, é o fogo ardente do amor. Não são muitas as águas que podem extingui-lo, nem os rios podem extingui-lo.
(Cântico de Salomão 8: 6-7a)

O verdadeiro amor é poderoso e eterno, é um compromisso de estar ao lado do outro, não importa o que aconteça. O carimbo no coração e a marca no braço não se referem a tatuagens que podem ser apagadas, mas a marcas embutidas que duram e que nunca podem ser removidas. O amor verdadeiro perdurará por todas as estações ou tempestades que possam surgir. Não haverá doença, escassez ou desacordo que o apague.

15. Construa com sabedoria

Precisamos de sabedoria e o Bíblia

diz que o princípio da sabedoria é o temor do Senhor (Provérbios 1: 7). Se queremos construir um casamento sólido e duradouro, devemos ir à fonte da sabedoria, a Deus. Ele nos ajudará a superar nossas diferenças e a tomar decisões sábias. Se formos a ele todos os dias apresentando nossas preocupações e nossos desejos, ele nos guiará e, com o passar dos anos, olharemos para trás e nos alegraremos ao ver como ele atuou em nós e em nosso casamento.