3 razões pelas quais sua lesão não cicatriza + O que fazer a respeito

Na próxima vez que você distender um músculo e pensar: 'Meu Deus, outro não', você pode precisar considerar que a localização de sua dor pode não ser a causa. Se você sofre de distensões musculares crônicas ou sintomas do tipo tendinite, você precisará de uma abordagem mais holística para o problema. Aqui estão três maneiras pelas quais você pode abordar sua dor da maneira errada:

1. Você está se concentrando apenas em uma parte do corpo.

Tentar consertar sua dor sem levar em consideração todo o sistema trará um alívio temporário. Porque o corpo funciona junto como um sistema dinâmico de partes, cura eficaz ocorre quando a avaliação e o tratamento são holísticos. A verdadeira cura holística inclui mente, corpo e alma. Se sua terapia se concentra em uma parte do corpo, espere resultados temporários.



2. Você não está lidando com suas emoções.

Cada lesão, doença, doença ou dor está ligada à sua mente. Costumamos desconsiderar essa conexão, mas pode estar contribuindo para a sua dor. Quando todo o sistema corporal (incluindo a mente!) É considerado, há uma chance de recuperação.

Nas formas tradicionais de terapia, o local da dor ou laceração é direcionado para ajudar a acelerar a cura, geralmente resultando no cliente ferido recebendo alguma forma de fortalecimento para proteger a parte do corpo e prevenir lesões futuras. Na maioria dos casos, a tensão anormal vem de outra área do corpo, ou possivelmente de um trauma ou energia no tecido. Um milhão de repetições de qualquer exercício não ajudará na cura.

3. Você precisa considerar seu problema conectivo (fasica) antes de abordar sua dor.

O tridimensional teia de tecido conjuntivo que compõe e envolve cada estrutura em seu corpo é uma das chaves para encontrar a causa da dor.

As restrições neste sistema podem ser localizadas e liberadas. Essas restrições podem ocorrer como resultado de trauma físico ou emocional, inflamação, má postura ou outra lesão ou cirurgia. Cada restrição tem um componente de mente, corpo e alma. A verdadeira cura pode ocorrer quando essas restrições são localizadas e liberadas com uma energia e consciência que se dirigem a todo o indivíduo.

Aqui estão alguns passos que você pode seguir em direção à sua própria cura holística:

1. Reconheça que tudo o que nos acontece afeta a mente, o corpo e a alma simultaneamente.

Todo problema físico tem um componente emocional e vice-versa. Comece a explorar as conexões.

2. Pesquise terapias que atendam a mente, corpo e alma.

Três sugestões excelentes que usei são John F. Barnes, Liberação Miofascial, Cinco Elementos de Acupuntura e Técnica de Liberdade Emocional.

3. Procure terapeutas que honrem a importância da integração.

Entreviste-os por telefone antes de visitá-los.

como ser menos sensível em um relacionamento

4. Pratique a consciência quando algo dói.

Passam a observe suas sensações , pensamentos, sentimentos e emoções e prática observando o que parece conectado.

5. Use seu diário como uma ferramenta terapêutica quando estiver sentindo qualquer tipo de dor.

Anotar os detalhes sobre o que está acontecendo geralmente o levará a descobertas interessantes que podem acelerar seu processo de cura.

Estamos em um momento em que não podemos mais ignorar as conexões de corpo, mente e alma se estivermos interessados ​​na cura autêntica. Temos que praticar a consciência e ser corajosos para exigi-la de nossos praticantes. Devemos iniciar conversas uns com os outros que levem a conectar todos os nossos aspectos.

Quer que sua paixão pelo bem-estar mude o mundo? Torne-se um treinador de nutrição funcional! Inscreva-se hoje para participar de nosso próximo horário de atendimento ao vivo.

Propaganda