O que significa ser livre em Cristo?

o-que-significa-ser-livre-em-cristo

Ser livre em Cristo significa que Jesus é o Senhor da minha vida e que, graças ao seu trabalho em mim, o pecado não controla minhas ações. Essa é a realidade de nós que somos filhos de Deus!

horóscopo 22 de janeiro



A partir do momento em que permitimos que Jesus reine em nossas vidas, nos preencha com sua presença e nos transforme, ele nos dá força para obedecê-lo. Com sua ajuda nós dizemos não pecar e sim à vontade de Deus. Deixamos de ser escravos do pecado e passamos a viver a vida plena que Deus deseja para nós . Essa é a liberdade maravilhosa que temos nele!

Livre em Cristo!

1. A verdade nos liberta

Quando temos uma experiência genuína com Jesus, existe um grande desejo em nós de obedecer e ser fiéis a ele. O toque salvador de Jesus não nos deixa iguais! Nasce em nós o desejo de mergulhar na sua Palavra e procurar a sua presença na oração. Nós permitimos que você fale sobre sua vontade para nossas vidas e nos mostre o que você quer fazer em nós.



É em meio a essa busca que ele revela mais de sua verdade aos nossos corações. Ele nos mostra quem somos nele: seus filhos amados, redimidos para sua glória. Deus nos revela seu poder sobre o pecado. Ele nos dá clareza quanto à salvação que já conquistou para nós com sua morte na cruz e sua ressurreição, e nos mostra como devemos viver agora que somos seus filhos.

2. Escravos ou livres?



Jesus nos dá liberdade total! Quando o recebemos como salvador, deixamos de ser escravos do pecado. Tornamo-nos livres para vencer a tentação e viver a vida dentro do propósito de Deus.

Em Cristo temos liberdade, mas devemos decidir

se viveremos como filhos livres que refletem sua imagem ou se viveremos como escravos. Deus nos dá forças para não ceder à tentação e nos lembra que com ele somos mais que vencedores. Focar em Deus e viver dentro de sua vontade diminui em nós o desejo de fazer o que nos agrada e aumenta o desejo de agradá-lo.

3. Vida com Jesus

A lei traz punições severas, mas a vida com Jesus nos livra da condenação. Por maiores que sejam os erros cometidos no passado, quando Deus, com sua graça divina, decide perdoar, ele concede o perdão total.



Deus nos oferece um novo começo cheio de vida abundante. Ele nos dá esperança para a eternidade com ele e também nossa vida aqui adquire um novo significado graças à presença do Espírito Santo. Nosso objetivo é viver para a glória de Deus e levar sua presença e amor aonde formos.

4. Atenção à fruta!

Aqui vemos a diferença entre uma vida de escravo do pecado e uma dedicada ao serviço de Deus dominado por ele e sua justiça. É fácil saber quem ou o que governa nossa vida: devemos olhar apenas para o fruto. O pecado traz frutos que envergonham e levam à morte espiritual. Porém, o fruto da justiça ou de uma vida colocada ao serviço de Deus é um fruto cheio de santidade e conduz à vida eterna.

Uma vida santa é uma vida isolada para Deus que busca agradá-lo em todos os momentos. Precisamos ser cheios do Espírito Santo! É assim que reconhecemos o grande dom da vida eterna que Deus nos deu. Vivendo cheios do Espírito perseveramos na obediência à Palavra de Deus . É por sua graça que passamos da morte para a vida em Cristo Jesus e nossas vidas não podem permanecer as mesmas diante dessa realidade.

5. Firme em nossa liberdade





Em Jesus, temos liberdade tanto do jugo do pecado quanto de obedecer a todas as leis do Antigo Testamento. Não há nada que possamos fazer para obter o perdão de Deus, não importa o quanto pareçamos ser bons aos olhos dos outros. Somos salvos pela graça de Deus (Efésios 2: 8-9) e somente o sacrifício de Cristo nos traz a verdadeira liberdade.

Aprender mais sobre 7 liberdades que temos em Cristo

Uma vez que somos transformados pelo amor e poder redentor de Deus, o Espírito Santo vem habitar em nós. Ele nos dá a ajuda necessária para viver em obediência a Deus e permanecer firmes. Não lhe obedecemos por medo ou legalismo, mas por amor, porque o desejo do nosso coração é viver segundo a sua vontade.

6. A vida cheia do Espírito

Fomos chamados para ser livres, mas isso não nos dá permissão para viver como queremos, dando rédea solta às nossas paixões e desejos (Gálatas 5: 13-26). Existe um grande contraste entre as obras da carne e a vida cheia do Espírito: a nossa escolha deve ser sempre agir segundo a vida cheia do Espírito. Deus deve ser aquele que dirige todas as nossas ações, sentimentos e palavras. Com ele temos a força de que precisamos em todos os momentos para não ceder ao pecado.

A liberdade que temos em Cristo é aquela que nos traz bem-estar espiritual e nos ajuda em nosso relacionamento com os outros. Deixe o Espírito fazer sua obra transformadora em nós e viver livre do poder do pecado para a glória e honra de nosso Salvador.